Elevador.org 3.0 Home · Tudo · Notícias · Diários · Culinária · Games
O Chozo Armor É Liiiiindo

Games
Por Jiguryo
do depto. loiraça belzebu vs. space invaders, Seção News
Postado em Thu Nov 27th, 2003 at 17:58:40 BRST
Nego torceu o nariz de verdade quando a Nintendo avisou que Metroid Prime, desenvolvido pela novata Retro Studios (que, não surpreendentemente, virou 2nd-party da Big N) para o Nintendo Gamecube, seria um FPS diferente dos demais. As reações foram adversas: teve gente reclamando que como o jogo original era 2D e de plataforma, essa mudança seria a pior coisa do mundo... e a resposta está... eee... errada! Samus Aran volta mais uma vez e não decepciona. Prova disso foram as quatro indicações ao já citado BAFTA (Melhor Título de Ação, Melhor Som, Melhor Jogo de Gamecube) e ter levado o prêmio de Jogo do Ano em 2002 na Gamespy. Conheça Samus Aran!

Samus veste uma armadura high-tech, caça recompensas e detona alienígenas e bandidos espaciais como poucos. O que pouca gente sabia quando jogou o primeiro Metroid para o Nintendinho 8-bit é que Samus é uma mulher (você só descobria isso ao vencer o jogo, pois ela aparecia sem a armadura que não deixava transparecer característica nenhuma). Ainda bebê, ela foi a única sobrevivente de um ataque dos Space Pirates a uma colônia humana, e foi resgatada pelos Chozo, uma raça de homens-pássaro muito mais avançada que os humanos, e foi criada como um deles. Além dos sentidos e força melhorados pela infusão do sangue Chozo, ela foi treinada nas artes de guerra deles e ainda ganhou uma armadura beeeem cool e resistente às intempéries, ataques inimigos, etc... Como é de se imaginar, ela não vai nem um pouco com os cornos dos Space Pirates, e em Prime ela vai investigar uma nave orbitando o planeta Tallon IV, onde aparentenmente estavam rolando algumas experiências genéticas ilegais... não se preocupem que eu não vou estragar o jogo ao dizer isso, já que essa é a fase de introdução... a nave é derrubada na superfície do planeta, onde ela tem que explorar a que ponto chegam estas experiências, e quem está por trás disso (um doce pra quem adivinhar quem...)

Quem olha de primeira pode até pensar que Prime é "mais um FPS". Ledo engano: pra começar, os princípios do jogo estão na exploração do ambiente (que, através do visor de Samus, você pode mudar para o modo de batalha e o modo de análise, dentre outros tem outros visores especiais pra usar também) e a batalha, apesar de importante, fica em segundo plano (prova disso é que a mira é automática se você mantiver o botão L apertado, precisando alternar de inimigo pra inimigo a medida em que eles morrem). Portanto, nada de ênfase no headshot perfeito. E ainda tem o clássico Morph Ball, em que -- para desespero das garotas fãs de videogame -- Samus vira uma bola. Como ela consegue fazer isso, só os Chozo sabem... e com este modo, ela pode passar por espaços apertados, dutos, half-pipes (ela não é a Elyssa Steamer, mas dá pro gasto) por onde pessoas normalmente não passariam.

A apresentação visual é impecável: dos detalhes supostamente bestas (gotas de chuva no visor ao olhar pro céu chuvoso, vidro embaçando ao passar por lugares quentes, e o reflexo dos olhos -- castanhos? -- de Samus no visor quando rola um flash de luz) ao design das fases, Prime é um espetáculo visual. A trilha sonora tem um bocado das músicas dos jogos anteriores da série, mas dão o clima direitinho: sobressaem na hora em que tem que sobressair, ou servem de pano de fundo quando outras coisas merecem mais atenção.

Uma das coisas mais impressionantes em Prime é a narrativa do jogo, que ironicamente é centrada no visor... você conhece a maior parte da história ao analisar cada inimigo, hackear cada computador inimigo (ver os planos e o que eles andam achando da baderna que Samus está fazendo com seus planos é sensacional, rendendo até momentos engraçados ao dizer das tentativas frustradas de fazerem a engenharia reversa do equipamento dela), e conhecer a história antiga dos Chozo contada em monumentos e construções... a história de espécie que chegou ao ápice da tecnologia e resolveu voltar às raízes, quando viram que eles mesmos evoluíram e não precisariam das máquinas que os guiaram a esse passo evolutivo.

De certa forma, Prime começa como um jogo em que você (onde "você" = "Samus", né) vai investigar a vida dos outros, e ao caminhar na inóspita solidão de um planeta corrompido, você entra numa viagem de auto-conhecimento, onde você vai aprendendo suas origens e descobrindo o quanto você é importante naquele Universo. Ainda bem.

(só pra constar: se você tiver um Gameboy Advance e tiver o jogo Metroid Fusion, você pode ligar o GBA no GC e jogar com a armadura Fusion no GC, com um visual diferente -- e se tiver zerado o Fusion, você pode jogar o primeiro Metroid no GC! Pureza total.)

GLOSSÁRIO & DÚVIDAS:

- Metroid: forma celular quadrinucleica e parasítica que se alimenta de energia vital de outras criaturas. E é um clássico dos videogames, já com 5 jogos (este incluído) na bagagem.
- Chozo: raça de homens-pássaro tecnologicamente mais avançada que o homem. Adotaram Samus Aran e ela virou uma mulher bem bonita, apesar de não ter bico nem asas.
- Space Pirates: chefiados por Ridley (olha a homenagem ao diretor de Alien, inspiração direta para Metroid... e que de certa forma retribui a homenagem em Alien Ressurection ao termos uma Ripley com sangue humano misturado com sangue alienígena), os Space Pirates (que apesar da aparência de pterodátcilos, nada tem de bestiais além da atitude... são uma raça inteligente, demais até) querem criar os Metroid em cativeiro, adestrá-ls e assim terem a arma biológica perfeita para seus planos de dominação.
- Dá pra ver a Samus sem capacete? Olha, até dá, mas depende da porcentagem com que você termina o jogo... e isso depende de quantos itens para melhorar sua personagem você achou (expansões de míssil, energia extra pra armadura, etc...) e quantas coisas você conseguiu analisar com o visor (inimigos, computadores, cultura Chozo, etc...). Ah sim, com isso você também garante umas galerias de arte conceitual do jogo.
- E sem roupa? ... tá pensando que isso é o que? Hentai? Tsk tsk tsk. Mas se isso te satisfaz, ela aparece de bikini no final de Super Metroid, do SNES.
< Spidering! (3 comments) | Pára tudo! (5 comments) >


Modo: Ordem:
O Chozo Armor É Liiiiindo | 0 comentários (0 por topico, 0 editorial, 0 oculto)

Menu
· Criar conta
· La Faque
· Busca

Login
Deixe-me entrar!!!
Usernameson:
Passwordson:

Hit Parade
  10 Usuários leram essa história.

Links a ver
· Intel
·
· Nintendo
· Metroid Prime
· Retro Studios
· Nintendo Gamecube
· quatro indicações
· BAFTA
· Gamespy
· Gameboy Advance
· Metroid Fusion
· Super Metroid
· Mais em Games
· Mais por Jiguryo


Powered by Scoop

Elevador.org 3.0®
©2003 Groom Lake - Roswell Research
Todos os logos e marcas neste site são de propriedade de seus respectivos donos. O resto é nosso.
Elevador.org 3.0 é feito com Scoop + Apache + Perl


create account | faq | search