Elevador.org 3.0 Home · Tudo · Notícias · Diários
Call Of Duty - A Resenha

Games
Por BrunoC
do depto. da chapa quente, Seção News
Postado em Tue Nov 11th, 2003 at 00:04:05 BRST
Call of Duty é aquele tipo de jogo que você ama ou odeia. Lançado no final do mês passado, o jogo da dupla Activision / Infinity Ward veio parar nas mãos desta simpática editoria algumas horas antes do lançamento oficial (não pergunte como). Leia mais e conheça as minhas impressões sobre o game...

 

Call of Duty é daquela linhagem clássica de jogos FPS ambientados nos diversos cenários da Segunda Guerra Mundial, estilinho Medal of Honor e Battlefield 1942, ambos da EA Games. A semelhança com MoH não é acidental: a Infinity Ward é uma nova companhia formada por alguns integrantes do time de desenvolvimento de MoH e Call of Duty é o primeiro lançamento da empresa. Como 107,13% dos FPS atuais, Call of Duty é baseado na engine de Quake 3, mas, incrivelmente, roda com uma leveza impressionante, apesar dos gráficos extremamente detalhados e da imensidão dos mapas (existem alguns bugs nesse departamento, mas devem ser corrigidos assim que o primeiro patch for lançado). Para você ter uma idéia, um servidor dedicado para jogos Multi-player que aguentaria, digamos, 16 jogadores de MoH, aguenta tranquilamente uns bons 30 jogadores de Call of Duty, mesmo com os mapas gigantescos e toda a ação que acontece quando você coloca 30 viciados para jogar um death-match. Resumindo: os gráficos são muito bons, o som é excelente e o jogo roda tranquilamente numa GeForce 2 com 64 Mb (ele roda com menos que isso, mas demora uma eternidade para carregar os mapas). Vamos aos fatos então:

Modo Single Player:

 Vou dizer logo de cara que o jogo é difícil, tanto no single-player quanto no multi-player. Quem está acostumado com Medal of Honor vai estranhar um pouco o "conceito" de Call of Duty: simplesmente não dá pra pegar a SMG e sair feito um alucinado (berserkerrrrrr)  atirando em tudo que estiver na sua frente. O "compromisso com a realidade" é bem forte no jogo. Eu suponho que você não sairia correndo pra cima do inimigo no meio da batalha largando o dedo em tudo que se move, então é melhor ter a mesma atitude no jogo. Pra isso o jogo te oferece algumas ferramentas úteis e algumas várias dificuldades (que também se aplicam ao modo multi-player): Andar atirando (ou atirar andando, como queira) é complicado. Sua mira expande enquanto você anda e retrai quando você está parado, portanto, se você quer acertar o alvo, é melhor parar e mirar com calma. Você pode efetivamente mirar com todas as armas: clicando com o botão direito do mouse, sua alça de mira vem para a altura dos olhos e, se você estiver com um rifle de sniper, o mesmo processo traz o scope. O scope é um caso à parte. Como o jogo te oferece 3 posições (em pé, agachado e deitado), cada uma delas traz vantagens e desvantagens pra quem joga de sniper. Em pé, o scope fica se movendo, como se você não conseguisse firmar direito a mira (se você já atirou alguma vez na vida, sabe que isso ocorre), porém você se move mais rápido. Agachado, a sua mira fica mais firme, mas obviamente você fica meio lento. Deitado sua mira fica praticamente parada, mas você é alvo fácil, já que o ato de rastejar com um rifle é mais complicado do que andar. O scope dos rifles de sniper restringe muito a visão, então fica ruim de usar o scope como se fosse a "visão além do alcance" da espada de Thundera. Uma coisa bacana do single-player é o fato de você jogar missões como americano, inglês e russo, cada um com suas armas específicas e cenários específicos.  A missão em Stalingrado parece que foi arrancada de "Círculo de Fogo", algumas missões americanas foram inspiradas em Band of Brothers e assim vai. Uma parada que eu gostei muito foi o efeito "shell sock": se artilharia pesada explode perto de você, a tela entra num tipo de blur, o som fica baixo e abafado e você cai, exatamente como se você estivesse atordoado pela explosão. Demora alguns segundos até você conseguir voltar ao normal. O single-player é diversão garantida, apesar de ser bem mais difícil do que o que você encontra nos jogos similares.

Modo Multi-Player

Todo mundo sabe que, quando o single-player termina, a diversão multi-player é o que mantém o jogo vivo. Call of Duty tem 5 tipos de jogos multi-player: Death Match, Team Death Match, Behind Enemy Lines, Retrieval e, o meu favorito, Search and Destroy, onde você tem que explodir umas paradas ou impedir que os outros explodam as mesmas paradas, dependendo do lado onde você está. Pra quem vem de Medal of Honor como eu, o multi-player de Call of Duty é avassalador: assim como no single-player, não dá pra sair correndo atrás de geral. A tática do time é extremamente importante e, muitas vezes, campear é uma boa idéia. É difícil se acostumar com o ritmo das coisas e pegar o jeito das armas, o que pode ser um pouco mais fácil pra quem é viciado em Counter Strike, já que a jogabilidade é bem parecida. Uma sacada interessante é a Kill Cam. Quando você morre (o que vai acontecer bastante até que você se ambiente ao jogo), a Kill Cam mostra um replay da sua passagem dessa para melhor sob o ponto de vista de quem te matou. É irritante para uns e divertido para outros, mas pode ser útil para aqueles casos onde você pensa "esse cara só pode estar roubando!". Além disso, você pode gravar vídeos da ação diretamente do console. Se você acha que tem cheater na parada (o que não é raro:  menos de 24 horas depois do lançamento, foi lançado um pacotão cheater), grave e analise depois. Uma coisa extremamente tosca é o que eu chamo de "modo sapo": dá pra você jogar só pulando, não precisa nem andar. Dizem que o "modo sapo" será removido quando o patch sair. Outra coisa irritante é o supramencionado sniper: às vezes tem-se a impressão que o lance não é muito bem feito. Olhando pela Kill Cam, você freqentemente tem a impressão de que o cara errou o tiro e ainda assim te acertou. Tirando essas pequenas coisas, o jogo é divertido e, muitas vezes, tenso. Se você se emputece fácil como eu (e gosta disso), esse jogo é pra você.  

< Homem vs. Máquina - Parte 803 (3 comments) | IBM intima o povo da SCO e SCO contra-ataca (0 comments) >


Modo: Ordem:
Call Of Duty - A Resenha | 0 comentários (0 por topico, 0 editorial, 0 oculto) | Comentar

Menu
· Enviar história
· Criar conta
· La Faque
· Busca

Login
Deixe-me entrar!!!
Usernameson:
Passwordson:

Links a ver
· Call of Duty
· Activision
· Infinity Ward
· EA Games
· Mais em Games
· Mais por BrunoC


Powered by Scoop

Elevador.org 3.0®
©2003 Groom Lake - Roswell Research
Todos os logos e marcas neste site são de propriedade de seus respectivos donos. O resto é nosso.
Elevador.org 3.0 é feito com Scoop + Apache + Perl


submit story | create account | faq | search